sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Narciso




Narciso é uma instalação baseada no mito que contempla a relação do homem consigo mesmo e com seu relativo distanciamento da sociedade. Fisicamente a instalação é composta de uma câmera que capta a imagem do usuário e de um sistema de computação/projeção em tempo real que projeta sobre uma superfície de espelho de água a imagem do interator, desenhada por um sistema dinâmico de partículas. Quanto mais movimento o interator fizer mais dispersas ficam as partículas que formam sua imagem, dissolvendo-a como uma espécie de fantasma. Há um sistema de som, (percebido só pelo usuário pela proximidade com o espelho de água) que recita versos em tempo real. Os versos são articulados de modo que quanto mais próximos está o interator mais "egoísta" se torna o contexto da poesia. Ao contrário, quanto mais distante está o interator, os versos se tornam mais "colaborativos e altruístas".

NARCISO do grupo 1maginári0 - poéticas computacionais. Atistas computacionais: Chico Marinho, Jalver Bethônico, Cacá Falci, Francisco Chaves. A exposição faz parte da programação do Siana Brasil 2009.
LOCAL: ESPAÇO MARI`STELLA TRISTÃO (FCS / PALÁCIO DAS ARTES)
DATA: 30/06 a 12/07
HORÁRIOS: Segunda-feira: de 18h às 21h; Terça a sábado: de 9h30 às 21h; Domingo: de 16h às 21h (no dia 12/07 de 10h às 21h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário